Enquanto isso no banheiro (parte II)

Postado em Atualizado em

Depois do banheiro ter ficado assim…
… finalmente agora está bonitinho! Agora sim. Tenho um banheiro brasileiro completo (não, mentira, não tenho janela). Vamos aos itens:
1) Ralo : tenho, como vocês podem ler aqui e aqui parece que sou a única pessoa na Alemanha que tem um ralo no banheiro.
2) Chuveirinho (Ducha higiênica, leiam mais aqui) : sim. O moço factotum instalou meu chuveirinho e depois ficou falando “ah Scheiße Scheiße, instalei com água fria”. Cê queria colocar água quente fervendo pelando meu furico bumbum?? Tá ótimo Boro (é nome dele), deixa assim, tá Perfekt!

3) Rendinha para colocar rolos de papel higiênico : checado. Comprei lá em Cambuquira no Parque das Águas. Lá em casa sempre teve uma amarela fofinha feita pela minha vó e eu sempre achei delicado e prático pra ter perto do vaso, quando estamos lá naquela hora e realizamos que não temos mais um rolo no dependurador oficial do papel.
4) Dependuradores, ganchinhos (alguém tem uma palavra melhor? Só consigo pensar em hänger) : tenho. Comprei uma maçaneta fofa de porcelana com bolinhas azuis no Flohmarkt Mauerpark, que aliás é ótimo. Custou 2,50. Aí estou usando a maçaneta como um gancho pra dependurar a rendinha de papel-higiênico. (Enquanto o Boro fazia o serviço falava “mulheres… mulheres…”.) O outro gancho é pra dependurar meu secador de cabelo, item básico e indispensável na minha vida. Melhor e mais importante invenção do homem. 
5) Janela : não. Como falei, acho que era a única coisa que faltava pra mim. Eu gosto de ter janela no banheiro, mas aqui em casa mesmo se eu quebrasse a parede ia ser uma janela que dava pra sala ou pra sala do apartamento vizinho, acho que não rola. Tem um ventilador/exaustor aqui que renova o ar e é acionado quando acendo a luz. Desliga sozinho um tempinho depois de apagar a luz. Mas definitivamente preciso comprar outro filtro pra ele. Pedi pro Boro tirar pra eu limpar e tava cinza quase preto. Meu prédio tem 120 anos mais ou menos, desde quando será que isso tá lá?

Outro dia vi o filme Spaceballs e a princesa super mimada tinha que sair a pé no deserto porque a nave tinha quebrado (sim, o filme é uma paródia de Star Wars). Aí o comandante falou “leve somente o que você precisa pra sobreviver” e é claro, o que tinha na mala? Vejam a cena toda no youtube.
O Boro trocou a caixa de descarga inteira também, porque a outra estragava dia sim e alguns não, trocou a torneira da pia e todas as conexões que estavam vazando e enferrujadas, como a descarga. Passou silicone em volta da banheira toda e os restos ele jogou dentro dum líquido pra limpar vidros, usando o primeiro recipiente que encontrou pela frente na cozinha: uma panela. Legal né? Ele precisava de um pote e achou a panela ideal. Não me perguntou nada e quando eu cheguei no banheiro tava lá minha panela com um monte de produtos químicos de limpeza e uma meleca de restos de silicone. Já lavei 2 vezes a panela e vou colocar na máquina pelo menos mais 2 antes de voltar a usá-la.
Ele instalou a nova luminária e um espelho grande no corredor, estantes na cozinha e estantezinhas de temperos. Tentou consertar o vazamento do aquecedor de uma sala mas não funcionou. Logo o prédio vai desligar o aquecimento todo, então tudo bem. Então, isso tudo mais outras coisinhas deram em torno de 7-8 horas de trabalho. Ele não fala o preço nunca, fica falando “não precisa pagar nada…”. A gente que tem que falar quanto valeu o serviço. Eu quis dar 100, ele só aceitou 50 e com muito custo pegou mais 10. Ou seja, €60 por 8 horas de trabalho, sendo que ele me levou de carro (poisé… o bombeiro/eletricista tem carro e eu não) pra trocar umas peças na Bauhaus (loja de construção). Eu acho que tá muito razoável. Quem precisar aí de um factotum pode me pedir o número dele.
About these ads