I can tell the world – Continuação 1

Postado em

Negro Spirituals (post escrito por Arnon Sávio no blog do Madrigale)
Quase todos os primeiros africanos que chegaram ao Novo Mundo eram escravos, os quais vieram para trabalhar em fazendas ou nas nascentes cidades. Como a maioria se tornou cristã, tinham por hábito permanecerem após os cultos regulares para cantarem e dançarem. Diferente do Brasil, os senhores de escravos não permitiam aos negros tocarem tambores, como era habitual na África, o que desenvolveu uma tradição melódica tão importante no desenvolvimento não só dos spirituals, mas também das várias formas surgidas no século XX (blues, jazz, etc…)

As letras de negro spirituals eram intimamente ligados com a vida dos seus autores: os escravos. Enquanto as músicas de trabalho (work songs) se relacionavam apenas com a sua vida diária, spirituals eram inspirados pela mensagem de Jesus Cristo e seu Evangelho (Gospel): “Você pode ser salvo”. Eles eram diferentes dos hinos e salmos, porque eram uma maneira de compartilhar a difícil condição de ser um escravo.

Muitos escravos na cidade e nas plantações tentaram fugir para “uma terra livre” (Heaven), que eles chamavam de “minha casa” (my home) ou “Doce Canaã, a Terra Prometida”. Este país estava no lado norte do rio Ohio, o qual eles chamavam de “Jordão” (Jordan). Alguns negro spirituals referem-se à Underground Railroad – UGRR (ferrovia clandestina), uma organização para ajudar os escravos a fugir.

Um fugitivo, orientado pela URGG, podia seguir vários caminhos. Primeiro, eles tinham que andar à noite, iluminados por tochas ou pelo luar. Quando necessário, eles andavam na água (wade ), de modo que os cães não poderiam seguir o seu rastro. Segundo, eles saltariam nas carruagens (chariots) onde eles se esconderiam para irem embora da região. Estas carruagens (trens) paravam em algumas “estações” (stations), mas esta palavra podia significar algum lugar onde os escravos tinham que ir para serem levados na carga.

Ouçam o Moses Hogan Chorale executando Swing Low, Sweet Chariot. O arranjo é do próprio Hogan, e eles executaram após sua morte:http://www.youtube.com/watch?v=N9Sq7V29xXQ&feature=related

Anúncios