Edson Cordeiro (de novo)

Postado em Atualizado em

Gente, tenho que contar! Fui ontem ao show do Edson Cordeiro aqui em Berlim e foi fabuloso! Pra quem mora aqui, hoje é a último dia no Teatro BKA. Ele é um mega artista. Me emocionei, me encantei, me espantei, me impressionei e ri demais! Que afinação e sensibilidade. Taí um cara que tem ótima técnica de canto lírico mas sabe se adaptar às canções. Porque tá cheio de gente por aí cantando Garota de Ipanema como se fosse O mio babbino caro e sinceramente eu acho ridículo. Ele não, ele sabe o que a música e o arranjo pedem e executa com perfeição.
Ele é mais baixo que eu e um gigante no palco. Sua interpretação é admirável, ele sabe bem o que está cantando, ele canta cada palavra, interpreta mesmo o texto das canções sem se incomodar se agora a voz vai soar um pouco “feia” ou rouca ou sei lá! Ele é um show man que sabe o que faz e se adapta à música. (Sei que estou repetindo, mas é algo muito importante isso!)
Aí fui lá conversar com ele, dei uma de tiete mesmo, é claro que com muito respeito. Tirei uma foto com ele e falei sinceramente o quanto ele estava sendo mais uma grande inspiração para mim. Edson, já gostava das suas misturas loucas musicais quando eu tinha 10 anos e agora mais ainda. Só você pra misturar desde Handel até Madonna no mesmo show e ainda fechar com Barbie Girl fazendo com que tudo se encaixe e tenha perfeita sintonia. *espero que ele não se importe por eu estar postando nossa foto de celular.

Anúncios

3 comentários em “Edson Cordeiro (de novo)

    Jan disse:
    27 de março de 2011 às 9:29 pm

    Que maximo que foi tudo tao bom! Deu ate vontade de ver agora (porque qdo vi uns videozinhos certa vez de dance eu me senti meio decepcionada, confesso).Ele vem pra Munique? 😀

    Isabela Santos disse:
    28 de março de 2011 às 7:20 am

    Jane, dá uma olhada na agenda dele http://www.edsoncordeiro.com.br/#/pt/Agenda mas pelo que vi…não. 😦

    Clara Maria disse:
    28 de março de 2011 às 2:26 pm

    Adorei a foto!!!

Os comentários estão encerrados.