Szia Budapest!

Postado em Atualizado em

Szia é “olá” e “tchau” em húngaro. Passei um final de semana prolongado lá e adorei. Fiquei hospedada no Hotel Leonardo, que posso recomendar. Fica num lugar fácil de se locomover, apesar de não ser no centro. 30-34 Tompa Street , Hungary- 1094 Budapest

  • Aprendi em 3 dias a falar: boa noite, quente, olá, saúde, saída e obrigada.
  • A vista do Danúbio é de tirar o fôlego, é muito azul mesmo.
  • No restaurante Kisharang (Budapest 1051, Október 6. número 17) comi o melhor pimentão recheado da minha vida, num molho doce de tomate e acompanhando batatinhas cozidas.
  • Túró Rudi é um chocolate amargo recheado com queijo cottage que é uma super delícia e típico. Fica no refrigerador dos supermercados e a embalagem é branca com bolinhas vermelhas.
  • Bebe-se Palinka (destilado de frutas) antes da refeição. Tem de várias frutas, a que eu achei mais leve, ou melhor, menos pesada, foi a de damasco (Barack).
  • Comprei dois temperos tradicionais, é uma pasta de pimentão. Chama Piros arany, csemege (normal) e csípös (apimentado).
  • A casa de ópera de lá é linda, pena que já tinham se esgotado os ingressos pro Ballet Onegin.
  • Na Basílica de São Estevão, numa entrada próxima ao altar, se você colocar 2 moedas de 100 Forints numa caixa que tem lá uma luz se acende e você vê a mão mumificada do Santo Estevão. Eu preferi ver nas fotos expostas na entrada do salão.
  • Tanto o Parlamento, quanto a Basílica foram construídos com 96m de altura e isso é também para ser simbólico: o Estado e a Igreja tem a mesma importância.
Anúncios