solo

Unterwasseroper dia 17/11/12

Postado em Atualizado em

Mais uma récita da ópera aquática amanhã, dia 17 de novembro de 2012 sempre no mesmo local: Baerwaldbad, em Berlim-Kreuzberg. Os ingressos custam 27€ antecipadamente e 34€ na hora. Mais informações em posts anteriores e em http://www.unterwasseroper.de

Anúncios

Cantares

Postado em Atualizado em

quando tu cantares e para tu cantares

No post passado falei de uma das minhas canções favoritas, a Valsinha do Marajó, do compositor paraense Waldemar Henrique. Este post é dedicado a outra canção que entra na minha lista restrita de favoritas, Cantares, do compositor carioca Ronaldo Miranda. Enquanto Valsinha do Marajó foi composta em 1946, Ronaldo Mirando nasceu em 1948 e é muito atuante no meio musical. Em 2009, quando terminei meu mestrado na UFMG (Belo Horizonte), escolhi a peça Cantares para meu recital de formatura. Durante a performance desta canção chorei de emoção. Chorei durante a música, que além de ser linda, claro, tem versos emocionadíssimos e belos do poeta já falecido Walter Mariani. Comecei a chorar mesmo na última estrofe da música e foi mais que difícil chegar ao final. O bom foi que acabei contagiando quem estava na plateia.

Este ano, 3 anos depois do meu mestrado, cantei novamente Cantares, do outro lado do oceano, aqui na Alemanha, na cidade Potsdam. Foi um concerto de música sacra e música brasileira. Eu e meu organista, Szymon Jakubowksi fomos convidados pela Igreja onde ele leciona a fazer um concerto para órgão e voz. Escrevi para Ronaldo Miranda e perguntei qual canção dele ele recomendaria para se fazer com órgão e ele próprio me recomendou Cantares. Cantares é original para piano e já foi também com sucesso transcrita para violão por Cyro Delvizio.

Que venha se tiver de vir
esse amor assim, assim.

Que venha brando como a brisa imaterial da madrugada
Calmo e sem pernoites
Mais feito de auroras que de noites.

Que venha se tiver de vir
esse amor assim, assim.

Venha em silêncio como um barco deslizando na corrente,
Suave e com recato,
Mais feito de olhar que de contato.

Que venha se tiver de vir
esse amor assim, assim.

Que venha pobre como as aves imigrantes sem pousada,
Franco e contente,
Mais feito de futuro que de presente.

Que venha se tiver de vir
esse amor assim, assim.

Que venha assim esse amor a mim,
Se vier por si,
Se vier por ti.

Então, agora apresento meus dois vídeos da canção Cantares, uma canção que na minha opinião já “se garante por ela só”. Quero dizer com isso que simplesmente por ela existir já faz o mundo mais belo, para mim é uma obra de arte.

O primeiro video é de 2009 e o segundo de 2012.

Concertos em Potsdam

Postado em Atualizado em

Farei alguns solos no concerto de natal do Chor International, na cidade de Potsdam (bem pertinho de Berlim), dias 28.11.10 e 11.12.10. Uma canção que farei solo, acompanhada somente pelo pianista polonês ßymon Jakubowski, é Maria Wiegenlied. Eu não conhecia, é belíssima. Clique aqui se quiser ouvir no youtube na voz de Renne Fleming.


28.11 às 17:30
Local: Das Krongut Bornstedt in Potsdam

Endereço: Ribbeckstraße 6 14469
Potsdam, Germany
11.12 às 16:00
Local: Sternkirche

Endereço: Im Schäferfeld 3 14480
Potsdam, Germany

Didn´t my lord deliver Daniel?

Postado em

http://www.youtube.com/get_player

Este vídeo foi gravado no celular pela Ananda Settte. Essa música fechou o concerto do Coro Madrigale dia 12 de maio na Fundação. Solo de Isabela Santos, Clara Guzella e Márcia Maria. Um grande hit, que gerou inclusive um arranjo para guitarras do nosso criativo colega de coro, Rômulo Salobreña. Na janelinha abaixo ouçam o áudio deste arranjo.

http://www.goear.com/files/external.swf?file=3088208